DRENAGEM LINFÁTICA PARA GORDURA LOCALIZADA

fonte: google imagens

Drenagem Linfática para gordura localizada?

Você certamente já ouviu falar: drenagem linfática reduz medidas, drenagem linfática é para gordura localizada… Então pensando como profissional vamos rever o conceito e analisar se a informação acima confere…

Você sabe qual é o objetivo da Drenagem Linfática Manual? ah, porque drenagem manual? porque quando a drenagem linfática é feita com as mãos a chamamos de: (drenagem manual).

Então, a drenagem linfática manual, é conhecida como uma técnica de massagem, com movimentos suaves, lentos e precisos que auxiliam o percurso do sistema linfático.

Essa técnica de Drenagem tem muita importância para a área médica, possui excelentes resultados no tratamento pré e pós-operatório. Reduz o edema (inchaço) que muitas grávidas tem, auxilia na diminuição da HLDG (celulite), pois aumenta a circulação local, melhora as trocas metabólicas entre os tecidos capilares favorecendo assim, a melhor oxigenação da pele.

A Drenagem Linfática Manual é uma das inúmeras funções do organismo (LEDUC e LEDUC, 2000).

Indicações:

  • Cicatrizes hipertróficas e quelóides
  • Edemas pós-operatórios
  • Edemas pós-traumáticos
  • Enfermidades crônicas das vias respiratórias
  • Hidrolipodistrofia
  • Linfedemas
  • Para facilitar a cicatrização e evitar complicações
  • Úlceras varicosas (por conta da diabete, feridas sem cicatrização)

Contra-Indicações:

  • Distúrbios do ritmo cardíaco e acidentes cardíacos recentes
  • Edemas por infecções e inflamações agudas
  • Edemas oriundos e insuficiência cardíaca descompensada
  • Flebites, tromboses, tromboflebites
  • Hipertireoidismo (em edemas de cabeça e pescoço)
  • Insuficiências renais e hepáticas
  • Tumores malignos ativos
  • Problemas renais crônicos
  • Gestante menos de 3 meses.

A Drenagem Linfática Manual não emagrece!

Muitas pessoas perdem medidas ao realizar as sessões de drenagem por conta de inchaço causado por líquido retido. (Retenção de líquido), a drenagem favorece a circulação, metabolismo, contribui com o sistema imunológico.

O que é Edema?

Edema: é o acúmulo anormal de líquido intersticial cuja composição é predominantemente aquosa e não possui alta concentração protéica (o sistema linfático consegue absorver e transportar adequadamente todas as moléculas).
(Camargo e Marx, 2000).

Você sabe como surgiu a drenagem linfática manual ?

Dr. Emil Vodder nasceu na Dinamarca em 20 de fevereiro de 1886. Estudou quatro anos de medicina, sociologia e fez doutorado de filosofia na faculdade de Filosofia e Letras de Bruxelas em 1928. Na década de 30, Emil Vodder e sua esposa Astrid aplicaram o método da drenagem linfática manual em seus pacientes que, apresentavam gânglios do pescoço inchados e duros. Dr. Emil Vodder (1886 – 1986) atribuía à linfa a função de nutrição e regeneração dos tecidos do corpo. O método da Drenagem Linfática Manual Vodder foi difundindo pela Europa conseguindo muitos adeptos da técnica.

Leduc Doutor Instrutor Físico (Physique Docteur Agrege = PhD) da Universidade de Bruxelas (Universite Libre de Bruxelles), Albert Leduc ficou curioso pelo assunto e passou a estudar o método linfático.

Como você leu anteriormente, a drenagem linfática manual, não foi desenvolvida para tratar a gordura localizada, e também não tem como objetivo a redução da gordura localizada, infelizmente alguns locais usam essa idéia para “vender”os tratamentos, muitos fazem uma massagem vigorosa e com pressão, e dizem que é drenagem linfática.

Se você é profissional e ainda tem dúvidas sobre a drenagem veja abaixo algumas referências:

Esteticista vamos difundir as informações corretas:

SE VOCÊ QUER SABER MAIS SOBRE O SISTEMA LINFÁTICO LEIA LIVROS DE ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA (SEGUE SUGESTÕES ABAIXO):

AIRES, M.M. ‘A linfa e o sistema linfático”. Em Fisiologia. Rio de Janeiro: Guanabara-koogan, 1999.

BARROS,H.M.FISIOTERAPIA.Drenagem linfática Manual.São Paulo 1a ed, Probel,2001.p.13,53-55.

BRANDÃO M.N. Curso de Drenagem Linfática Manual no Pré e Pós Operatório de Cirurgia Plástica e Reparadora CBF – Centro Científico e Cultural Brasileiro de Fisioterapia – São Paulo 2006 p.8.

DANGELO,J.G.E FATTINI,C.A. Anatomia básica dos sistemas orgânicos. Rio de Janeiro / São Paulo. Atheneu, 1987.

GANANCIA A.El Massagem: Drenagem linfática,técnica e conhecimentos essenciais. Espanha. 1976.p.33.

GODOY,J.M.P.& GODOY M.F.G Drenagem linfática manual: novo conceito, simpósio de linfologia.J Vasc Br 2004;3(1): 77-80.

LEDUC, A.; LEDUC, O. Drenagem Linfática Teoria e Prática. 2a ed.São Paulo: Manole,2000,p.3-15,27-39.

(Trechos do livro: Drenagem linfática Manual em cirurgia plástica Neí Maria Garcia).