Drenagem linfática com desentupidor de pia

Drenagem linfática com desentupidor de pia

Faz algum tempo que isso foi feito e divulgado em um programa de Televisão, enfim… Eis aqui uma pequena parte do que realmente sei sobre drenagem linfática manual, e o que sei sobre desentupidor de pia. De fato, uma coisa não tem nada a ver com a outra !

Os movimentos da drenagem linfática manual são monótonos, lentos, harmônicos, suaves e ritmicos devem respeitar sempre uma direção correta, atualmente a drenagem linfática manual é muito realizada em tratamentos de hidrolipodistrofia ginóide, pós-operatório de cirurgias plásticas e na recuperação de queimados.

A drenagem é comprovada cientificamente como auxiliar na recuperação pós-cirúrgico contribui na melhora da pele (hematomas) e sua cicatrização.

Desentupidor de acordo com o dicionário:
Que, ou o que desentope. Utensílio ou aparelho para desentupir canos de encanamento.

É uma falta de respeito às pessoas que estudam, aos médicos e criadores da técnica a ação de utilizar um desentupidor de pia para realizar a drenagem linfática. O sistema linfático não é um sistema de “senso comum” para conhecê-lo é necessário muita dedicação aos estudos, (anatomia e fisiologia humana).

A verdadeira drenagem linfática manual:

Emil vodder filósofo e sua mulher Estrid Vodder Naturopata.

A técnica de drenagem linfática manual foi criada pelo dinamarquês Emil Vodder, e sua mulher Estrid Vodder, no final dos anos 1920, a drenagem linfática manual é hoje mundialmente reconhecida como terapêutica complementar no alívio de várias patologias que causam edemas, gozando de status científico e acadêmico a partir de pesquisas que comprovam sua eficácia.

A linfa é o líquido que está contido no interior dos vasos linfáticos, os quais formam, no seu conjunto, o sistema vascular linfático, que é a base para a sobrevivência e saúde do corpo humano.

(trechos do livro: Drenagem Linfática Manual teoria e prática Ary Elwing e Orlando Sanches).

Como profissionais competentes, sabemos o quanto dedicamos tempo aos estudos, nos formamos não para ser mais um no mercado. Mas, para fazer a diferença !

Drenagem linfática manual é coisa séria, deve ser realizada por um profissional Esteticista ou Fisioterapeuta.

Sistema linfático não é como encanamento e não é entupido para se utilizar um desentupidor !

Existe também outros dois métodos de drenagem linfática manual: Método Leduc e Método Ganância.

SE VOCÊ QUER SABER MAIS SOBRE O SISTEMA LINFÁTICO LEIA LIVROS DE ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA (SEGUE SUGESTÕES ABAIXO):

AIRES, M.M. ‘A linfa e o sistema linfático”. Em Fisiologia. Rio de Janeiro: Guanabara-koogan, 1999.

BARROS,H.M.FISIOTERAPIA.Drenagem linfática Manual.São Paulo 1a ed, Probel,2001.p.13,53-55.

BRANDÃO M.N. Curso de Drenagem Linfática Manual no Pré e Pós Operatório de Cirurgia Plástica e Reparadora CBF – Centro Científico e Cultural Brasileiro de Fisioterapia – São Paulo 2006 p.8.

DANGELO,J.G.E FATTINI,C.A. Anatomia básica dos sistemas orgânicos. Rio de Janeiro / São Paulo. Atheneu, 1987.

GANANCIA A.El Massagem: Drenagem linfática,técnica e conhecimentos essenciais. Espanha. 1976.p.33.

GODOY,J.M.P.& GODOY M.F.G Drenagem linfática manual: novo conceito, simpósio de linfologia.J Vasc Br 2004;3(1): 77-80.

LEDUC, A.; LEDUC, O. Drenagem Linfática Teoria e Prática. 2a ed.São Paulo: Manole,2000,p.3-15,27-39.

(Trechos do livro: Drenagem linfática Manual em cirurgia plástica Neí Maria Garcia).